Seguidores

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

TRUTAS NO FLY -CAMPOS DO JORDÃO

Muito frio ,mas um Sol forte de outono.Logo nos primeiros arremessos percebemos que as trutas estavam no fundo e não iriam subir para a tacar as moscas secas.O Sidnei iniciou a primeira fisgada do dia, logo seguido pelo Midon e eu.O Paulinho e o Regis chegaram um pouco mais tarde e logo viram as fisgadas.21/04/2013
No lado menos profundo e onde existe queda D'Água ,as trutas se aventuravam em atacar os parachutes.Foram utilizadas iscas com lastro e na maioria das vezes de cor preta.Utilizamos ninfas, bigatos e pequenos streamers. Ao final da tarde resolvi utilizar camarão feito para pegar robalos e o mesmo ocorreu com o Paulinho e tivemos resultados satisfatório.
Equipamento básico.Varas 4 e lideres que variavam de 15 a 20 mm.O cuidado para tocar o mínimo possível nos peixes e sempre utilizando o passaguá(Xalavar)preferencialmente.As trutas são muito delicadas escorregadias.Tirar essa proteção tocando nos peixes ,pode provocar sua morte por infecção.
Fotografamos alguns exemplares dos amigos: Midon ,Sidnei , Reginaldo e  Paulinho incluindo eu, Coimbra.

Esta é turma que sabe o que quer. fotos do Reginaldo. Valeu pessoal ,vocês valorizam este blog.
Regis, Paulinho, Sidnei, Coimbra e Midon. Parabéns.
O lugar possui 1700m de altitude no topo da Serra da Mantiqueira .É privilegiado pelas Cidades de São Bento do Sapucaí, Campos do Jordão e Santo Antônio dos Pinha.Um paraíso normalmente de manhãs e noites bem frias.

Por abrigar quatro dos dez picos culminantes do Brasil é também conhecida como "O Himalaya Brasileiro". É a mais extensa das Áreas de Proteção Ambiental já declaradas pelo governo brasileiro abriga o corpo principal da Serra da Mantiqueira e se estende desde o Parque Estadual Serra do Papagaio, ao norte do Parque Nacional de Itatiaia, no estado de Minas Gerais, até a Pedra do Baú, ao sul do Parque Estadual de Campos do Jordão, no estado de São Paulo. A APA da Serra da Mantiqueira protege ecossistemas de encosta da Mata Atlântica, que garantem sua estabilidade geológica e preservam mananciais de água de grande significado social, e abriga campos de altitude de importância genética. Nela também persistem formas de cultura tradicional de grande interesse e beleza, caracterizadas por caboclos, que vivem segundo antigas tradições indígenas e ibéricas de enorme importância cultural e antropológica. É neste verdadeiro santuário que conheceremos diversas cachoeiras, uma das mais altas montanhas do Brasil e nosso mais antigo Parque Nacional.http://www.serradamantiqueira.com/

Foi um prazer o encontro com amigos do fly. Muitas trocas de experiências e muitas piadas. Nestes encontros aprendemos as técnicas e o verdadeiro sentido de sermos aficionados e curtir e a preservar a Natureza .BRIGADUUUUUU.

ccoimbrafly@gmail.com              sidneifly@hotmail.com
Por favor façam seu comentários abaixo desta página e não se esqueçam de colocar seu nomes para identificarmos.
Dedico esta Pagina ao Meu primo Osvaldo Delamonica ,falecido na ultima sexta feira.

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

ISCAS DE TILÁPIAS E LAMBARIS. abril de 2011.

Lambari pego com mosca seca.O mesmo com a tilápia ao lado.Era para pegar uma tilápia menor ,de uns 500g ,mas quis o destino que entrasse esta de quase 2Kg. abril de 2011.




Tipos utilizados
Aqui o detalhe da isca ,ainda na boca da Tilápia. Detalhe .Da mesma forma como entrou uma tilápia maior ,não deveria entrar um lambari tão pequeno.



Foto tirada em Janeiro 2011


O Gaúcho ,queria mesmo pegar uma igual a esta mas desta vez ,não deu.Gaúcho mata a saudades com a foto ,porque vai demorar muito ,igual a esta.Procuramos evitar de usar as famigeradas rolhinhas, mas desta vez ,só atacavam as rolhas e olhe lá.Ter pego tilápia com mosca seca foi muita sorte mesmo.


Pesqueiro Pantanal

Tilápia é um peixe comum ,mas quando capturada na mosca seca ou afogada a emoção é maior.Vale a pena tentar vários tipos de moscas ,maiores e menores, pois sua reação depende da concorrência que estes peixes enfrentam de alimentação,ou ou simplesmente um ataque como defesa de sua prole, no rio ou lago.


domingo, 18 de junho de 2017

Dourados Piraputangas Piauçu e Pacu em Itapecerica Da Serra-SP


Adicionar legenda






 
        Filme da Brincadeira


ccoimbrafly@gmail.com -FALANDO DE PESCA E FLY FISHING


segunda-feira, 24 de abril de 2017

LAMBARIS NO FLY

10/04/2012














No FLY as iscas se assemelham à insetos, podendo ser arremessadas com equipamento de número 0 à 5. Na média pescamos com equipamento numero 3~4.Na modalidade TENKARA ou fly caipira as varas possuem 3 metros e utilizam iscas para água corrente.
Tenkara










Mosca tipo Paraquedas ,ou parachutes, são na minha opinião as mais indicadas para ver o peixe atacar na superfície. No entanto será necessário seca-las dando um falso arremesso ,várias vezes. As ninfas afundam e nem sempre percebemos o ataque.
Lambari Tambiú

Várias cores e formatos.tudo depende da cor da água,temperatura ,claridade etc...Deve-se ficar muito atento para a fisgada, pois a rapidez do Lambari é muito grande.Mal a isca cai na água o lambaria ataca.Em lagos naturais é mais fácil com as moscas mas, em lagos artificiais ,pesque e pag os peixinhos estão acostumados com a ração e nesse caso utilizamos imitação já apresentadas aqui no blog.FALANDO DE PESCA E FLY. Na foto ao lado utilizei várias moscas e não tive resultado.quando utilizei o Tatuzinho e rolha começaram a atacar.Quando chego ao raiar do Sol ,na primeira hora tenho sucesso,depois disto só na ração.



A arte de personalizar Varas.um especialista do TENKARA.

UMA VERDADEIRA OBRA DE ARTE

Semana passada tive a grata satisfação de receber a minha primeira vara Tenkara-BR By Pozzobon (www.rodsbyjorge.com.br), simplesmente uma obra de arte.
Temei conhecimento desta modalidade no Fórum do Fly Fishing Brasil (flyfishingbrasil.com.br), onde na verdade eu buscava informações sobre técnicas de atado, e posso lhes garantir fiquei fascinado a partir do primeiro contato, principalmente pelas moscas utilizadas nessa modalidade, as chamadas kebaris.
A grande diferença do Fly para o Tenkara é a simplicidade (mas que não dispensa a tecnologia), pois na modalidade Tenkara, utiliza-se somente a vara (telescópica), que varia entre 9 e 13 pes, a qual deve possuir com cabo de cortiça ou outro material que facilite a empunhadura; não há carretilha para o armazenamento da linha, e sim um linha tançada de aproximadamente 3,5 m e um tippet.
Em geral é utilizada para pesca de pequenos peixes esportivos, tais como saicangas, lambaris, trutas e até tucunarés, matrinxãs e tilápias.
É uma modalidade bastante difundida no mundo, mas principalmente no Japão, Europa e EUA, praticada em rios de água corrente que permitem caminhar sobre as pedras ou pela margem.
Alguns pescadores praticantes da modalidade e que frequentam o fórum, foram fundamentais ao nos fornecer dicas e trocar experiências sobre a modalidade, dentre eles o Jorge Pozzobon, a quem eu intitulo não construtor, mas sim um artesão de varas Tenkara, pois como eu já disse são verdadeiras obras de arte personalizadas para cada pescador.
Segue aqui o link do catálogo de varas Tenkara do Sr. Jorge:


Rogério A. Coimbra    FALANDO DE PESCA E FLY 

quinta-feira, 16 de março de 2017

TRAÍRAS SAÍRAM DAS TOCAS

Resultado de um dia difícil.Depois de várias tentativas a bela traíra entrou sem perdão.Varias iscas utilizadas,muita vezes a isca passava na cara do peixe e nada acontecia.Foi mudar um pouco a temperatura ,tudo voltou ao normal.Estava um pouco frio pela manhã e muitos pescadores sevando sem parar ,criando acúmulo de ração na água.  30/10/2011
Não subia nem tilápias e lambaris, deu vontade de ir embora.Como os pescadores não pegavam nada, logo após almoço eles se foram e nós ficamos.Resultado, entrava de tudo ,principalmente as trairas.


A pequenas ,muitas vezes tinham a boca menor que o anzol.Pequenas sim, mas muito agressivas. Curiosamente pela segunda vez o mexilhão  fechou a casca quando a isca passou por ele.molusco originário da Africa é uma verdadeira praga que infestam as águas.Pelo menos encontraram um predador que ajuda a exterminação deste.A garça e alguns outras aves aquáticas.



No final da tarde e sem boias no lago, foi dar um arremesso e capturar a patinga.boa de briga.
Utilizei linha de FC.0,26 e rolhinha com anzol para pegar tilápias.

VEJAM A NOVA PÁGINA -PASSO A PASSO NA CONFECÇÃO DE TENKARA, POR ROGÉRIO COIMBRA.





Iscas utilizadas para pegar as Traíras nas fotos acima.a da esquerda as traíras maiores e as menores com as imitações de camarões à direita.




quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

MATRINXÃS NAS MOSCAS DE FLY COM AMIGOS

Original: 29/12/2013 22:13- O encontro com amigos e aficionados do fly. Rogério A.Coimbra (MT) , Sidnei Almeida ,Reginaldo Saloio e o Iniciante Pedro que vi pegar uma tilápia de uns 4 kg.












O dia estava propício para captura de matrinxã e de baixo de sol escaldante foram dezenas de capturas.
Logo cedo, as 7:30 hrs a pescador abaixo com uma Pirarara que pesou muito, mesmo.partimos para matrinxã e a brincadeira só parou no final do dia com temporal que alagou tudo.
















Matadeiras de vários tipos ,uma variedade grande devido as condições de claridade, temperatura e pressão.



















O Rogério se divertiu como se estivesse no rio pescando.Mordomias de São Paulo
SidneiFly e sua moscas Matadeiras

CLAUDIO COIMBRAFLYSomente um comentário: O Pesqueiro Arujá ficou devendo atendimento e melhor infraestrutura na minha opinião.Sabemos diferenciar um dia normal dos dias de feriados de fim de ano.Fiquei muitas horas  para ser atendido e me irritei muito.Lamento que os administradores do pesqueiro não tiveram a sensibilidade e planejamento com mais funcionários, principalmente nesta época.
Afinal os pescadores gostam de se manterem nos locais sem ter que sair para pedir bebida e comida.
ccoimbrafly@gmail.com       sidneifly@gmail.com

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

LAMBARIS NO FLY

    Manhã bem nublada ,Calor de 23° e pressão de 1012 Hpa, propício aos lambaris, meu principal objetivo.Parachutes, Ninfas e outras de meia água apostos.Ao primeiro arremesso de 15 metros já entrou o primeiro lambari gigante.Linha 3 e vara 3 com tip de 012 mm ,fiz a festa acontecer .O Lambari é tão esperto que raramente se consegue pegar mais de um no mesmo lugar.Mudando constantemente de local(Lago oxigenado) a cada mudança e 4 ou 5 arremessos entrava o bravo peixinho que fazia minha pequena vara envergar.Muita emoção e divertimento.Após as 14 hrs o Sol permaneceu até o final da tarde e parti para algumas poucas tilápias.
POR  (SIDNEIFLY) EM VIAGEM DE NEGÓCIOS.  PEIXES ZOIUDO E PORQUINHO
A POLUIÇÃO DO RIO TIETE
Buritama é uma cidade do interior paulista, localizada na região Noroeste do estado de São Paulo. 
É conhecida por sua condição climática subtropical e pela bela localização geográfica, às margens dos rios Tiete, Santa Barbara e Palmeirinha.

A Polícia Ambiental da região de Rio Preto reforça a partir de hoje a fiscalização no combate à pesca no período de piracema - a temporada de reprodução dos peixes -, na bacia hidrográfica do rio Paraná. Neste período, a polícia fecha o cerco contra a atividade predatória. 

Na operação, iniciada no final do ano passado, a polícia apreendeu 2,4 toneladas de pescados irregularmente na região. O número é recorde, em comparação aos dois anos anteriores - com média de 1,2 mil quilos por ano. O total de multas a pescadores e comerciantes também aumentou. Passou de R$ 492 (2009/2010) para R$ 3 milhões (2010/2011) e foram registrados 1,3 mil boletins de ocorrência do crime ambiental.
A captura e comercialização de espécies nativas estão proibidas até 29 de fevereiro do ano que vem nos rios, afluentes, lagos e represamentos de hidrelétricas. Durante a reprodução, os peixes se tornam vulneráveis. Entre as espécies mais comuns protegidas na piracema estão o corimba, piau, lambari, barbado e o mandi. Já o tucunaré, corvina, bagre africano, tilápia, porquinho e zoiudo são peixes com pesca permitida. 

“Além da fiscalização embarcada o efetivo da polícia atua nas margens, nas vias de acesso e peixarias e restaurantes para coibir os infratores”, disse o tenente Alessandro Daleck Moreira, do setor de comunicação da Polícia Ambiental. 


ESPÉCIES AMEAÇADAS DE EXTINÇÃO NA REGIÃO.
Vejam o filme abaixo

domingo, 9 de outubro de 2016

Tambas no Pesqueiro Itapecerica

Dia muito quente, Sol forte , muita claridade e a dificuldade de capturas. No meio da tarde as sobras das arvores na água  provocaram a atividade dos peixe e começou o Show de pancadas na superfície.


Utilizamos varas 5 6 e 8 Varias moscas com lastro para afundarem e tentar os predadores como as Piraputangas e Matrinxãs que pouco deram as caras.



Começamos então as tentativas com os pacus com Rolhas e E.V.A Depois com Streamers Coimbra e Midon ( Matrinxã e Piraputanga) e no Wolle Buggers ( O Tamba do Sidnei ). O sucesso foi garantido embora eu particularmente não goste de travar esses Gigantes pois não utilizo varas acima de n°6. 

domingo, 25 de setembro de 2016

Tambaqui, Piauçu e Matrinxãs no Fly Fishing em Itapecerica

Rogério amigo e iniciante na modalidade capturou o piauçu na rolha. Michel tirou essa matrinxã no wolley buggers  preto. Dia muito frio com muito vento  com pressão atmosférica as alturas 1018 e nublado Sem ação nas moscas apelei pra tatus buggers e pelos e evas e rolhas tradicionais.
Pedro Henrique com o Avô coruja no Pesqueiro Sabesp 11/09/2016

Marjory , Craig e Sidnei